segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Tempo!!!


Tempo!!!
Só hoje... me dá...
Um tempo do teu tempo só para mim...
Um tempo sem tristeza e sem dor...
Um tempo sem a melodia triste da solidão...
Um tempo com o calor do sol no amanhecer...
Um tempo sem chuvas de tempestades...
Um tempo com flores de jardins perfumados...
Um tempo sem o frio da saudade silenciosa...
Um tempo com uma lua brilhante no céu negro da noite...
Um tempo sem o medo dos ruídos soturnos da madrugada...
Um tempo com o canto dos pássaros enamorados...
Um tempo sem o negrume sombrio da insônia sofrida...
Um tempo com o vento gostoso da brisa do mar...
Um tempo sem lágrimas tristes no olhar fitando horizonte...
Um tempo com a quietude de tudo que tenho dentro de mim...

Tempo!!!
Só agora... me dá...
Uma varinha mágica... para que possa usá-la com esperança...
Enquanto brinco com a morte... desejando só a vida...
Uma rosa negra do jardim secreto... com um aroma raro...
Para perfumar o cantinho... onde habita minha alma...
Um pensamento do poeta... nos seus momentos na floresta dos sonhos...
Em que escreve o poema... por mim tão desejado...

Tempo!!!
Te peço... faz assim...
Depois quando já for... o tempo do amanhã...
Não me deixe com muita saudade... do tempo do hoje...
Nem com muita vontade de reviver... o tempo do ontem...
E nunca esquece... de me dá... onde eu estiver...
Um tempo do teu tempo só pra mim...

Fotomontagem - Tina2010 - Imagem by Google...

http://recantodasletras.uol.com.br/poesiasdeamor/2643862

O poema inacabado...

O poema inacabado...

Fotomontagem - Tina2010 - Imagem by Google

A Rosa e o Vagabundo...

A Rosa e o Vagabundo...
{Homenagem-Banda Palhaço Paranóide}...


Fotomontagem - Tina2010...

Na noite do sempre!!!

Na noite do sempre!!!

Foto e montagem - Tina2010 - Única

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

E... os dois!!!

E... os dois!!!

Fotomontagem - Tina2010 - Voar muito além...

À deriva...

À deriva...

Sentada na areia da praia dos sonhos... vejo uma jangada vagando ao sabor dos ventos...
Na cor azul que funde o céu e o mar... extasiada viajo na imaginação...
A respiração acelera e penso... quando poderei ter você aqui...
No vai e vem das ondas de espumas brancas... escuto as batidas do coração...
Uma música suave me leva até você... nas florestas verdes de sombras iluminadas... e árvores de um aroma só nosso...
Os raios de sol com seus tons coloridos... transformam em estrelas brilhantes as águas do mar...
No verde mar infinito... vejo o brilho dos teus olhos sorrindo pra mim...
Gaivotas voam em calmaria... brincando e fazendo piruetas no ar...
Antecipo minhas saudades... e tenho sonhos desejos com você...
Tenho saudades muitas...
Do som cristalino da tua voz...
Dos teus risos gargalhadas...
Daquela música que penetra na alma...
Dos teus sons me fazendo muito feliz...
Muitas saudades tenho...
Do longe perto... antecipando vontades...
Do hoje ontem... com gosto de amanhã...
Das palavras musicadas... tocando no coração...
E fico aqui à deriva... querendo na tua praia chegar...

Foto - Tina2010 - Numa praia aí...
 

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Aprendiz de Sonhos!!!



Aprendiz de Sonhos!!!

Estou aprendendo... que o tempo dos sonhos... é diferente do tempo real...
Os sonhos se passam no ritmo do inconsciente... que acontece de forma cíclica e sincrônica... ultrapassando as barreiras do tempo presente... do passado e do futuro...
Nos sonhos... a memória real está associada... as sensações e projeções sobre a realidade... servindo unicamente ao processo de integração das experiências... que nos mantêm vivos...
Ser quem somos... depende de entender e sentir o mundo... do modo como fazemos...
Sonhar... é reconstruir o real... de forma a manter a identidade preservada... evitando a loucura... de que cada fato encobre... inúmeras realidades ambivalentes...
Sonhar... é escolher a realidade possível... aquela que mais serve ao aprendizado do momento...
No nosso mundo inconsciente... desenhamos realidades plausíveis nos sonhos... pois... caso contrário... não aprendemos a lição deles... já que as nossas defesas racionais... não nos permitem flutuar para além de um mundo seguro...
Existe um limiar entre realidade e loucura... – o limbo -" estágio no qual o vínculo com a realidade é quase nulo... onde nos esquecemos de quem somos... e que não podemos mais voltar... enquanto o encontro com nossa alma... não ocorrer novamente..."
Nesse lugar perigoso da mente humana... os mestres-ladrões de sonhos perdem seus amuletos... e não se lembram mais que estão sonhando...
Sonhadores... que se lançam juntos em um sonho... são co-responsáveis uns pelos outros...
Mergulhar no inconsciente... não é para qualquer um...
Não para os acomodados... ou covardes de alma...
É preciso coragem e treino... para lidar com a linguagem sutil do inconsciente... que se manifesta nos sonhos...

* * * * * * * *
"Sonhar e Realizar... é a melhor forma de Sonho..." 12^^

( Fonte: Revista Personare )
Fotomontagem - Tina2010 - Imagem by Google
 

domingo, 7 de novembro de 2010

Nunca Esqueça O Quanto Amo Você!!!

Nunca Esqueça O Quanto Amo Você!!!

Um lindo conto de Amor Eterno...

"Meus avós já estavam casados há mais de cinqüenta anos... e continuavam jogando um jogo... que haviam iniciado quando começaram a namorar...
A regra do jogo era que um tinha que escrever a palavra... "Neoqeav" num lugar inesperado para o outro encontrar... e assim quem a encontrasse... deveria escrevê-la em outro lugar... e assim sucessivamente...
Eles se revezavam deixando... "Neoqeav" escrita por toda a casa... e assim que um a encontrava... era sua vez de escondê-la em outro local... para o outro achar...
Escreviam... "Neoqeav" com os dedos no açúcar dentro do açucareiro... ou no pote de farinha... para que o próximo que fosse cozinhar a achasse...
Usavam também... a janela embaçada pelo sereno que dava para o pátio... onde minha avó nos dava pudim que ela fazia com tanto carinho...
A palavra... "Neoqeav" era escrita no vapor deixado no espelho depois de um banho quente... onde a palavra iria reaparecer depois do próximo banho...
Uma vez... minha avó até desenrolou um rolo inteiro de papel higiênico para deixar... "Neoqeav" na última folha... e enrolou tudo de novo...
Não havia limites para onde... "Neoqeav" pudesse surgir...
Pedacinhos de papel com... "Neoqeav" rabiscado apareciam grudados... no volante do carro que eles dividiam...
Os bilhetes eram enfiados dentro dos sapatos... ou deixados debaixo dos travesseiros...
"Neoqeav" era escrita com os dedos... na poeira sobre as prateleiras... e nas cinzas da lareira...
Esta misteriosa palavra... tanto fazia parte da casa de meus avós... quanto da mobília...
Levou bastante tempo... para eu passar a entender e gostar completamente... deste jogo que eles jogavam...
Meu ceticismo... nunca me deixou acreditar em um único e verdadeiro amor... que possa ser realmente puro e duradouro...
Porém... eu nunca duvidei do amor entre meus avós...
Este amor... era profundo...
Era mais do que... um jogo de diversão... era um modo de vida...
Seu relacionamento... era baseado em devoção e uma afeição apaixonada... igual as quais... nem todo mundo tem a sorte de experimentar...
O vovô e a vovó... ficavam de mãos dadas sempre que podiam...
Roubavam beijos um do outro... sempre que se batiam um contra outro... naquela cozinha tão pequena...
Eles conseguiam terminar... a frase incompleta do outro... e todo dia resolviam juntos... as palavras cruzadas do jornal...
Minha avó cochichava para mim... dizendo o quanto meu avô era bonito... como ele havia se tornado... um velho bonito e charmoso...
Ela se gabava de dizer... que sabia como pegar... os namorados mais bonitos...
Antes de cada refeição eles se reverenciavam... e davam graças a Deus... e bênçãos aos presentes... por sermos uma família maravilhosa... para continuarmos sempre unidos... e com boa sorte...
Mas uma nuvem escura... surgiu na vida de meus avós... minha avó tinha câncer de mama...
A doença... tinha primeiro aparecido dez anos antes...
Como sempre... vovô estava com ela a cada momento...
Ele a confortava no quarto amarelo deles... que ele havia pintado dessa cor... para que ela ficasse sempre rodeada da luz do sol... mesmo quando ela não tivesse forças para sair...
O câncer... agora estava de novo atacando seu corpo...
Com a ajuda de uma bengala e a mão firme do meu avô... eles iam à igreja toda manhã...
E minha avó foi ficando cada vez mais fraca... até que... finalmente... ela não mais podia sair de casa...
Por algum tempo... meu avô resolveu ir à igreja sozinho... rezando a Deus... para zelar por sua esposa...
Então... o que todos nós temíamos aconteceu... a vovó partiu...
A palavra... “Neoqeav" foi gravada em amarelo... nas fitas cor-de-rosa dos buquês de flores do funeral da vovó...
Quando os amigos começaram a ir embora... minhas tias... tios... primos e outras pessoas da família se juntaram... e ficaram ao redor da vovó pela última vez...
Vovô ficou bem junto do caixão da vovó e... num suspiro bem profundo... começou a cantar para ela...
Através de suas lágrimas e pesar... a música surgiu como uma canção de ninar... que vinha bem de dentro de seu ser...
Me sentindo muito triste... nunca vou me esquecer daquele momento...
Porque eu sabia... que mesmo sem ainda poder entender completamente a profundeza daquele amor... eu tinha tido o privilégio... de testemunhar a beleza sem igual... que aquilo representava...

Aposto que a esta altura você deve estar se perguntando...
“Mas o que... "Neoqeav" significa?"
E eu responderei...
“Nunca Esqueça O Quanto Eu Amo Você”..."
* * * * * * * * * *
Um Conto de Amor... com relato de momentos de pura felicidade... gravado nas palavras escritas de um neto amoroso... que teve o privilégio... de também ser personagem... nessa linda história... vivida com carinho... respeito e companheirismo... e que está postado no blog - « ¤ N€ØQ€ÄV ¤ »

 
Fotomontagem - Tina2010 - Imagem by Google

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Inquietação das Sombras!!!

Inquietação das Sombras!!!

Quando você sentir inquietação... faça um pouco de silêncio... e procure conversar com o seu Eu...
Faça de cada sonho uma esperança... e pense que o que já enfrentou na vida... serve para o seu crescimento interior...
Lá fora o ar pode estar pesado... mas o seu desejo de seguir... de lutar e de amar... deve ser sempre maior...
Liberte-se dos preconceitos mesquinhos... e saia por aí... espalhando a paz e o amor...
Saia do casulo... vá passear... ironize a amargura... e faça dela uma sombra fértil... para florescer o amor...
Não sinta receio de nada... a vida é assim... tudo é um eterno recomeço...
Sempre existe um amanhã de saída... que pode ser feito de boas e novas aventuras...
Olhe-se no espelho e sorria... e coloque nesse sorriso... tudo de bom que você tem para dar... pense nas coisas que viu... ouviu... adorou e amou...
Afirme-se em um só pensamento... de que seus desejos... sempre serão de alguma maneira realizados...
Nunca esqueça... que tudo na vida é natural... e que tudo de positivo parte de dentro de você...
E lembre-se... que em algum lugar... existe alguém que lembra de você... que sente saudades... que te gosta... e isso é muito bom...
Nas noites vibre com a lua... nos dias sorria com o sol... e respeite as tempestades não esperadas...
Fique sempre muito feliz... por ainda saber sorrir... e também poder chorar...
Siga em frente... levante a cabeça... coloque no rosto uma expressão alegre... e tudo vai parecer mais fácil...
Abra a janela da alma... e preste atenção nos pássaros brancos... que voam no céu...
Tudo na vida é paz... harmonia... naturalidade e franqueza... quando se tem amor e respeito pelo próximo...
Não alimente melancolia no coração... sorria para a vida...
Não deixe se contaminar... por palavras cheias de ressentimentos... inveja e intrigas...
Seja sempre você... trate a felicidade como uma dádiva... mesmo que o mundo não acredite no seu jeito de ser...
Lembre-se de um sonho bom... de alguém que está sempre ao seu lado... mesmo estando longe de você... e sinta como não é difícil ser feliz...

Acredite sempre no possível da vida... pois o impossível é artimanha de mentes medrosas... que habitam na inquietação das sombras...^^

Fotomontagem - Tina2010 - Apenas ruídos...