sábado, 22 de dezembro de 2012

Anjo Negro... Fazedor de Alquimias!!!

Anjo Negro... Fazedor de Alquimias!!!
 
Anjo Negro... Fazedor de Alquimias...
Que se apoderando das palavras poetizadas...
Brinca com o fogo das emoções... sem medo de se queimar...
Transforma as labaredas amarelo-alaranjado... em um vermelho-escarlate...
Entra no jogo da sedução... sussurrando os segredos das palavras livres...
Transformando em um caldeirão de fervor... o enigma entre a razão e a emoção...
 
Anjo Negro... Fazedor de Alquimias...
Que com um poder angelical sobre os sentimentos...
Brinca com as palavras... com poções nobres em [mistérios] rabiscados...
Transforma suas trilhas secretas... em caminhos com flores de luzes néon...
Pinta o mundo imaginário... usando cores diversas na ponta do seu pincel...
Transformando o sombrio mundo da solidão... em telas com enredos multiplicados...
 
Anjo Negro... Fazedor de Alquimias...
 Que ouvindo os sons que moram no silêncio das madrugadas...
Brinca com as brisas atrevidas... que se deixam seduzir pelo vento tempestade...
Transforma momentos solitários... em sobrevôos alucinados sobre o mar...
Sonha nos sonhos de seres [iguais]... e brinca de ser vários em um corpo só...
Cantando e encantando... enquanto tatua o [amor] nas entranhas das sedutoras palavras...
 
Anjo Negro... Fazedor de Alquimias...
Corvo... das noites enluaradas e melancólicas...
Que com seu negro manto... seduz e [finge] ser seduzido...
Que caça usando garras só suas... afiadas em lâminas de doces palavras...
Que mantém sua(s) presa(s)... aprisionadas em gaiola(s) douradas...
Enquanto as alimentam... de acordo com suas vontades e desejos...
 
Anjo Negro... Fazedor de Alquimias...
Pássaro de asas feridas... que vaga nos campos floridos e perfumados... com as rosas negras da noite...
Ah!!!... Quem me dera... ter verdadeiros poderes de uma [bruxinha]emancipada...
Quem me dera... também ser uma alquimista da vida...
Transformaria tuas negras penas... de corvo atrevido e sedutor...
Em penas branco-azulado... de um cisne loucamente apaixonado...
****
 
[... e vou seguindo as trilhas que deixas no negro céu onde voas...
pois para onde quer que te movas...
sigo teus vôos imaginários e te encontro...
por que o teu cheiro exala um suave aroma de [...?]...
Tina
 
Fotomontagem - Tina2012... Imagem by Google...

http://www.recantodasletras.com.br/poesias/4047367

domingo, 16 de dezembro de 2012

Minha Adotiva Loucura!!!


Minha Adotiva Loucura!!! 

[... e meu tempo se desenha...
no rascunho das tuas palavras espalhadas ao vento!!!]
Tina
 

Nesse meu tempo de hoje...
vou está mergulhada em um mar de melancolia...
E nesse meu hoje de tempo indefinido... só desejo ficar só...
Não tenho vontades de falar nem de bem...
nem de mal... nem de nada...
Não quero falar com ninguém... nem de ninguém...
Não vou nem escrever muito...
nem quero ler as tuas palavras [roubadas]...
Ficarei nessa obscura melancolia...
com as palavras embaralhando a minha inquieta mente...
Não quero nem ouvir... as minhas músicas do coração...
Não vou nem dançar... nem cantarolar as melodias de sempre...
Não vou sair por aí distraída...
nem vou caminhar nas trilhas dos caminhos que gosto...
Não vou nem tirar a roupa de dormir...
nem vou colocar os meus enfeites prediletos...
Não vou pentear os meus cabelos...
nem colocar flores e laços de fitas...
Não vou me olhar no espelho...
para não ficar ainda mais melancólica...
Não vou me pintar... nem colocar o perfume que mais gosto... [?]
Não vou nem gritar minhas dores da alma...
nem quero escutar as dos outros...
Decidi!!!...
Vou continuar aqui... trancada na penumbra do meu quarto...
E ainda nesse meu dia de hoje... não vou abrir as cortinas...
Vou mergulhada na escuridão... ser só [aquela] sombra perdida...
Não quero ver a luz do sol... nem o barulho do canto do mar...
E nesse tempo descolorido da dor...
só conversarei com o meu [amigo imaginário]...
Vou me aquietar no meu canto preferido...
e não vou nem querer comer... nem beber...
Vou chorar até secar as lágrimas...
ou vou sorrir até enlouquecer...
Vou deixar de ser feliz por instantes infinitos...
e vou parar de respirar...
Vou esquecer que existo no tempo do agora...
e vou morrer nesse tempo sem um tempo definido...
Ah!... Vou sofrer o máximo que puder... nesse meu dia de hoje...
Que é para ver se esqueço os corações de maldades...
que florescem nos campos de espinhos da vida...
Quem sabe nessa quietude de tumulto internos...
recupere meus poderes de Bruxinha Má...
E quando no tempo certo [voltar à realidade]...
tenha a chance de descobrir...
O que realmente habita... dentro do coração machucado...
da Minha Adotiva Loucura!!!


Fotomontagem - Tina2012... Solidão!

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Ah!... E se eu não fosse a Bruxinha que sou?...

Ah!... E se eu não fosse a Bruxinha que sou?...

Às vezes me pego [pensando] como seria...
se eu não fosse quem sou?...
E se eu só fosse uma flor...
seria uma flor bonita com um aroma embriagador?...
brotaria como uma flor lilás em um lindo jardim?...
seria uma flor de um vaso muito especial?...
ou só uma simples flor à beira de um abismo?...
E se eu só fosse uma gota de orvalho...
seria transparente ou seria multicor?...
E se eu fosse um momento de felicidade...
seria de lágrimas ou de sorrisos?...
E se eu fosse à noite...
seria uma noite negra como o breu...
ou seria uma linda noite prateada com o luar?...
E se eu fosse o dia...
seria aquele dia de sol sorridente...
ou seria só um triste dia de chuva?...
E se eu fosse o outro lado do espelho...
eu refletiria muita felicidade... ou causaria espantos?...
E se eu fosse um sonho...
seria um daqueles completos...
ou seria um sonho de pequenos pedaços?...
E se eu fosse só um sorriso...
aí sim... não sairia nunca dos teus lábios...
E se eu fosse uma lágrima perdida...
por certo me encontraria em teus olhos cor de mar...
Ah!... E se eu fosse um beijo...
te prometo que não sairia nunca da tua boca...
E se eu fosse aquela [ansiosa] caixinha de palavras...
com certeza ia me esconder em teus pensamentos...
E se eu fosse um simples abraço...
seria aquele de laço e nunca te soltaria...
E se eu fosse a tua saudade...
te garanto que seria sempre aquela antecipada...
para causar muita felicidade...
E se eu fosse o amor?...
Ah!... Quem me dera!...
Se eu fosse realmente o Amor...
ia me apossar para sempre do teu gostar...
e fazer você por mim se apaixonar!...


Fotomontagem – Tina2012... Imagem by Google...

http://www.recantodasletras.com.br/poesias/4030375

E para não deixar a tristeza acordar...


E para não deixar a tristeza acordar...
Um dia desses qualquer...
Vou!!!
... ser vento de vendaval silencioso na calada da noite
... caminhar descalça pelas trilhas de pedras do rio da saudade
... respirar devagarzinho como quem dorme nos braços da paz
... buscar o infinito do encontro marcado na praia ao pôr do sol
... pintar o branco da tela com alucinadas cores ofuscando o negro da melancolia
... ler com olhos de prazer as palavras perdidas que não se deixaram escrever
... tomar em uma taça de cristal aquela bebida amarga com uma dose de ternura
... percorrer em silêncio a longa estrada até encontrar o fim do começo
... desenhar palavras invisíveis ao escrever aquele tão desejado poema
... beijar com lábios de sorrir a boca feliz dos desejos
... ver o negro da noite com o olhar de cores de colorir e sorrir inebriada de prazer
... adormecer nos braços da fria madrugada sonhando com o amanhecer
... aprisionar no coração [mistério] um carinho só para ti
... convocar a fada [bruxinha] dona das fantasias para te enfeitiçar
... traçar setas imaginárias para orientar o caminho do gostar
... fazer chover uma chuva de lágrimas cristalinas para refrescar a vida
... vestir a noite azul lunar para iluminar o jardim da vermelha flor
... me camuflar de letras [curiosas] e passear no teu jardim de palavras
... iluminar minha varanda com todas as estrelas do natal para te guiar
... ventar brisas do mar e me embalar nas ondas faceiras
... fotografar tua alma e guardá-la para sempre em minha caixinha
... desvendar as trilhas secretas do labirinto onde te escondes
... e... vou... sim... fazer tudo... tudo
Tudo?... rs
Sei lá!... Só não vou deixar a tristeza acordar!!!

Fotomontagem – Tina2012... Imagem by Google...

Naquele olhar diferente...

Naquele olhar diferente...
 
... guardo todos os meus sonhos...
 dentro de uma caixinha dourada...
assim... quando vem o desejo... abro a tampa bem devagarinho...
e com um olhar diferente... vou deixando sair um por um...
com tons amarelo-alaranjado... até um lilás bem quente...
aí vou pintando todo o meu céu... e me lambuzando de azul...
 
Foto e edição - Tina2012...